O papel do terapeuta holístico


Por: Gabriel Mallet Meissner
São Paulo. Março-Outubro/2004)

Há muita confusão e desinformação em nosso país a respeito de qual é realmente o papel de um terapeuta holístico. O que faz ele? O que não faz? Qual é a extensão e qual é o limite da sua prática profissional? Como deve agir em relação aos clientes que o procuram? Estas e outras perguntas busco aqui responder, de acordo com meu próprio trabalho como terapeuta holístico. Este artigo, portanto, reflete a maneira como faço minhas sessões de tratamento energético e como oriento meus clientes. Para facilitar, dividi-o em tópicos.

A relação entre a medicina convencional e as terapias holísticas

Há uma tendência a se acreditar que terapeutas holísticos pretendem substituir médicos na prática da medicina. Não é este o caso. O médico tem um campo de atuação, enquanto que o terapeuta holístico tem outro. Um não exclui nem substitui o outro. Ao contrário, ambos se complementam.

Afirmam os terapeutas holísticos que os seres humanos (o mesmo valendo para animais e plantas) possuem não apenas um corpo físico, mas também um corpo energético, que o circunda e o interpenetra. E que este corpo energético é o que origina o próprio corpo físico afinal, como hoje os físicos sabem, matéria é energia condensada.

Afirmam também que se temos uma doença no corpo físico, temos um desequilíbrio ou bloqueio correspondente no corpo energético (também chamado de etérico). Que toda doença se manifesta em ambos os corpos. E que, portanto, devemos tratar ambos. 

Ora, o papel do médico é tratar do corpo físico e suas doenças. O do terapeuta holístico (também chamado de terapeuta energético), tratar do corpo energético e seus desequilíbrio e bloqueios. Portanto, ambos os profissionais são agentes da saúde, mas de âmbitos diferentes dela: o primeiro, da saúde física. O segundo, da saúde energética. 

Tratar somente o corpo físico com um médico é um tratamento incompleto. Da mesma forma, é incompleto tratar somente o corpo energético com um terapeuta holístico e deixar de tratar do corpo físico com um médico competente. 

É por isso que, ao falarmos em terapias holísticas, não devemos designá-las de terapias alternativas. Este termo é enganoso, pois causa a impressão de que são substitutas dos tratamentos médicos, de que são "alternativas" a eles. Porém, pelos motivos já expostos, esta é uma concepção errônea das terapias holísticas e o termo "alternativo" deve ser evitado. Um termo mais correto é denominar seus métodos de terapias complementares. Ou seja, tratamentos que, realizados como complementos dos tratamentos médicos, auxiliam e aceleram o processo de cura promovido pelos mesmos. 

Também pelos motivos acima expostos, há um consenso entre terapeutas holísticos sérios de nunca recomendar a um cliente que, em caso de doença, abandone o tratamento médico convencional. A recomendação de um terapeuta holístico neste caso deve ser a de que procure um médico de sua confiança, bem como faça, paralelamente, o tratamento energético.

Terapeutas holísticos só devem ser procurados isoladamente, isto é, sem se procurar também um médico, quando o motivo da procura não é uma doença física, mas algum outro motivo que seja da competência do terapeuta.

Pelos motivos expostos, o terapeuta holístico deve tomar cuidado para que seus clientes não o tomem por um médico. E sempre que alguém o fizer deve orientá-los a não o tratar como se fosse um.

Assim, um terapeuta holístico não usa termos como "doutor" para designar a si mesmo, não chama aqueles que os procuram de "pacientes", mas de "clientes" ou outro termo mais adequado, nem costuma usar, em suas sessões, jaleco, roupas totalmente brancas ou realizar qualquer outro procedimento de caráter médico. 

NOTA: Na realidade, nada impede que um terapeuta holístico vista-se totalmente de branco, uma vez que qualquer pessoa é livre para fazê-lo, além de ser o branco uma cor propícia para trabalhos de harmonização energética (o equivalente à “cura” no corpo físico). Porém, o terapeuta holístico evita fazê-lo para não ser confundido com um médico. Mas costuma preferir, para as suas sessões, usar roupas claras.

Para finalizar este tópico, é bom salientar que o corpo energético não apenas se encontra em íntima relação apenas com o corpo físico, mas também com a psique de cada um de nós. E que as terapias holísticas contribuem não apenas para a saúde física, mas também para a psíquica. Portanto, são métodos complementares não apenas para aqueles que se tratam com um médico, mas também para aqueles que se tratam com um psicólogo ou psiquiatra. 

Afinal, é objetivo das terapias holísticas favorecer a harmonia do ser humano como um todo, não apenas de parte dele. Mas novamente é bom enfatizar que terapeutas holísticos também não são substitutos de psicólogos ou psiquiatras, nem estão habilitados a praticar qualquer procedimento terapêutico que pertença à prática destes profissionais.

Com o que vimos neste tópico, percebe-se claramente que não há motivo para animosidade entre terapeutas holísticos e médicos ou entre terapeutas holísticos e psicólogos ou psiquiatras. Ao contrário, todos podem se complementar e trabalhar em conjunto. Felizmente, a tendência atual é a de que terapeutas holísticos passem a ser cada vez mais aceitos por profissionais da medicina e da psicologia. Há já alguns médicos que estudam e praticam terapias holísticas como complemento aos tratamentos médicos e um número considerável de terapeutas florais são psicólogos (terapia floral e psicologia casam-se maravilhosamente bem!).

Sobre diagnósticos médicos e diagnósticos energéticos

Terapeuta holístico não faz diagnóstico médico. Mas pode utilizar-se dele para escolher o tratamento para o desequilíbrio energético correspondente à doença física do cliente.

Exemplo: se um médico diagnosticou que uma determinada pessoa sofre de cálculo renal, o terapeuta holístico escolherá um tratamento energético específico para o desequilíbrio energético correspondente a esta doença. Se for reikiano, aplicará Reiki impondo suas mãos sobre os rins ou outra área do corpo que se apresente à sua sensibilidade relacionada ao desequilíbrio; se cromoterapeuta, aplicará com uma lanterna cromoterápica a cor laranja no abdômen, um pouco acima do umbigo [6]; se gemoterapeuta, utilizará pedras como o enxofre e a malaquita. 

Estes são apenas alguns exemplos de tratamentos possíveis. Há muitos outros a fim de se tratar do desequilíbrio energético correspondente ao cálculo renal.

Embora o terapeuta holístico não faça diagnóstico médico, pode realizar um diagnóstico energético. Nem sempre a relação entre a doença física e o desequilíbrio energético correspondente é óbvia ou direta. Por isso, para identificar desequilíbrios energéticos, muitos terapeutas holísticos adotam métodos próprios de diagnose energética. Em geral, quando estes métodos próprios são usados, as terapias holísticas atuam de forma mais eficaz. 

Os métodos variam de terapeuta para terapeuta e de caso para caso. Alguns exemplos: "escanear" o corpo energético do cliente com as mãos, buscando identificar desequilíbrios e bloqueios (geralmente, relacionados aos chakras) [9], fotos Kirlian e radiestesia, para ficarmos nos métodos mais freqüentes.

Novamente saliento que o diagnóstico energético complementa-se ao diagnóstico médico, mas em hipótese alguma o substitui.

Relação entre terapias holísticas e religião.

Terapias holísticas não são formas de religião, nem são ligadas a religião alguma. Também não exigem o uso da fé para funcionarem, quer por parte do cliente, quer por parte do terapeuta. Não é preciso acreditar em nada. A experiência mostra que as terapias holísticas funcionam mesmo em clientes totalmente céticos.

Porém, um terapeuta holístico pode, se o desejar, usar de imagens sagradas, orações e métodos correlatos para auxiliar no tratamento energético. As diversas formas de terapias holísticas não dependem delas para funcionarem, mas podem se valer delas como auxiliares. É comum em espaços de atendimento holístico haver nas paredes imagens de Mestres e símbolos que se pense auxiliarem na harmonização energética.

A importância destes métodos na terapia varia de terapeuta para terapeuta. Há desde terapeutas que lhes dão importância fundamental até os que não lhe não importância alguma. Número considerável de terapeutas holísticos encontra-se no meio termo.

Como as terapias holísticas não são ligadas a nenhuma religião, quando métodos religiosos/espirituais são utilizados como auxiliares, estes costumam ser o mais ecumênicos possíveis. Até mesmo em respeito ao cliente que pode ser de uma religião diferente à do terapeuta, ou não ter religião alguma (assim como o terapeuta pode também não ter).

Exemplo: se for realizada uma oração a Deus, dificilmente será recitado o Pai Nosso, que é uma oração estritamente cristã, enquanto que seria mais provável que fosse recitado algo como A Grande Invocação, oração a Deus de caráter ecumênico, escrita pela teósofa Alice Bailey.

Terapeutas holísticos também não têm como procedimento padrão utilizar-se da prática da mediunidade. Porém, se o terapeuta for médium, pode acontecer de se valer dela, recebendo orientação do plano espiritual concernente ao tratamento do corpo energético. 

Ainda assim, a prática da incorporação não é praticada, dando-se preferência à comunicação telepática com o Astral, à clariaudiência, à clarividência etc. Exceções são os casos de alguns centros espíritas ou umbandistas que mesclam seus próprios procedimentos com os procedimentos das terapias holísticas.

Terapias holísticas, desenvolvimento pessoal e espiritualidade

É papel do terapeuta holístico conscientizar o cliente de que todos os seus desequilíbrios energéticos são da sua própria responsabilidade e são resultados dos seus próprios atos e postura na vida, que causam uma desarmonia entre a sua Personalidade e o seu Espírito. [10]

Deve conscientizá-lo a assumir essa responsabilidade a fim de transformar sua vida, de desenvolver-se integralmente (isto é, física, psicológica e espiritualmente), de tornar-se um ser humano pleno e realizado. Pois saúde, no seu sentido holístico, é ser um ser humano desenvolvido e em harmonia com seu eu profundo e com o cosmo.

Assim, o terapeuta holístico busca incentivar o cliente buscar valores evolutivos sob os quais viver e a praticar a introspecção, a fim de conhecer a si mesmo ("conhece-te a ti mesmo" pode ser considerado, neste sentido, a grande máxima da cura no sentido holístico).

Porém, o terapeuta holístico não é um conselheiro nem um psicólogo. Não analisa a vida psicológica do cliente, nem fornece conselhos taxativos sobre como ele deve viver a sua vida, pois tem ciência de que ninguém pode saber o que é melhor para o outro. Pode, sim, dar sua opinião sobre alguma questão que seja levantada durante as sessões (muitas terapias holísticas têm a propriedade de trazer para o consciente material psíquico oriundo do inconsciente). No entanto, a sua opinião deve ser dada menos como uma orientação de como viver a sua vida e mais como uma seta indicando o que o cliente deve buscar.

Terapeutas holísticos costumam ter consciência de que cada um é responsável pela sua saúde e de que sua cura está sempre dentro de si mesmo. Assim, o terapeuta holístico (energético) não vê a si mesmo como um “curador”. Vê-se como um facilitador da cura, auxiliando o cliente a curar-se a si mesmo. Sabem que toda cura é, na realidade, uma auto-cura.

O terapeuta holístico sabe também que a melhor energia para harmonizar o corpo energético de uma pessoa é a do amor incondicional. Portanto, é papel do terapeuta holístico trabalhar, dia a dia, pelo seu próprio desenvolvimento espiritual, a fim de ser capaz de tal sentimento e realmente se importar pela recuperação de seus clientes, mesmo que sejam completos desconhecidos, à maneira dos antigos Terapeutas de Alexandria [11]. O modo como irá se desenvolver espiritualmente é, entretanto, assunto de cada terapeuta.

Terapias holísticas e o cuidado com o corpo físico e a saúde mental

O fato de uma pessoa se submeter a um tratamento energético não deve deixá-lo preguiçoso no que diz respeito aos cuidados com seu corpo físico. É papel do terapeuta holístico conscientizar seus clientes disto. Deve incentivá-los a alimentar-se corretamente e praticar exercícios físicos regulares. Pode também ensiná-los técnicas simples de respiração profunda e relaxamento, a serem praticados quotidianamente, em casa.

Mas seus conselhos não devem sair do âmbito do puro bom-senso. Quer dizer, não deve entrar em pormenores que apenas um médico, nutricionista, fisioterapeuta ou outro profissional da saúde pode entrar.

O terapeuta holístico também deve orientar o seu cliente a praticar a higiene mental, ensinando práticas simples de meditação, afirmações, concentração, visualização, oração (no caso do cliente ser religioso) etc. Deve ensinar como substituir emoções e pensamentos negativos por emoções e pensamentos positivos.

Terapias holísticas e estudo sério e aprofundado

Muitas das terapias holísticas são relativamente fáceis e rápidas de serem aprendidas. O terapeuta holístico não deve, porém, se iludir de que isto o livre de um estudo sério e aprofundado. Um terapeuta holístico competente tem consciência de que quanto mais conhecimento tiver sobre a(s) terapia(s) que utiliza, melhores serão as suas sessões de harmonização energética. Portanto, investe seu tempo e seu dinheiro em boa bibliografia, cursos de reciclagem, empenha-se em trocar conhecimentos e experiências com outros terapeutas, está atento para novas técnicas que surgem e novas pesquisas científicas a respeito das terapias holísticas. Enfim, como todo bom profissional de qualquer outra área de atuação, está em constante atualização e aperfeiçoamento.

O terapeuta holístico deve estudar não apenas a(s) terapia(s) de sua especialidade, mas também ter um conhecimento mínimo sobre o funcionamento do corpo humano e suas patologias, bem como um conhecimento mínimo de psicologia e do ser humano. Deve também ter uma boa cultura geral. Tudo isto o auxilia a ser um profissional competente, a ganhar respeito e confiança de seus clientes e a ser capaz de defender sua prática profissional do ataque de céticos ou pessoas agindo de má-fé.

Todo amadorismo nas terapias holísticas deve ser combatido pelos próprios terapeutas holísticos. E a melhor forma de combatê-lo é investir do seu próprio conhecimento e compartilhá-lo com outros terapeutas.

A principal função do terapeuta holístico

Para finalizar este artigo, é preciso dizer a principal atribuição do terapeuta holístico, a mais importante entre todas as outras: acima de qualquer outra coisa, é papel do terapeuta holístico aplicar tudo o que foi dito acima na sua própria vida. Pois o terapeuta holístico está ciente de que apenas pode compreender o processo de harmonização quem passa por ele. Conseqüentemente, que apenas quem curou a si mesmo pode servir de facilitador da cura dos seus semelhantes.
Leia Mais ►

SOBRE MIM QUE TEM MUITO SOBRE VOCÊ



SOBRE MIM QUE TEM MUITO SOBRE VOCÊ


Há dois anos e meio, recebi minha segunda data de aniversário. 


AINDA SINTO O GOSTO AMARGO DO DESESPERO EM MINHA BOCA. ESTOU VIVA E POSSO GARANTIR QUE A DOR ENSINA A GEMER. 


ACREDITE! SEMPRE QUE BATER UM MEDO, SENTIR UM DESERTO DENTRO DO PEITO, NÃO DESANIME. 


CONHECEMOS NOSSA VERDADEIRA DIMENSÃO E FORÇA QUANDO SOMOS PEGOS PELA ADVERSIDADE; SÓ ASSIM DESCOBRIMOS QUE SOMOS CAPAZES DE IR MUITO MAIS ALÉM. 


DESCOBRIMOS UMA FORÇA MÁGICA QUE NOS ERGUE E NOS ANIMA.


Com o passar dos dias, comecei a criar uma nova rotina, e dentro dela não existe mais tempo para nada que não seja essencial. Tome essas palavras para você, pois não temos tempo para inimizades, fofocas, tristeza sem fundamento, vaidade excessiva e amarguras. 


Tudo está DENTRO NÃO PROCURE FORA VOCÊ VAI QUEBRAR A CARA!


As coisas acontecem quando têm que acontecer. Precisamos parar de querer respostas para tudo e nos eximir de nossas responsabilidades pelo que nos acontece. 


NUNCA SE ESQUEÇA: AS PESSOAS SÓ FAZEM COM A GENTE O QUE PERMITIMOS.


Devemos nos concentrar em nós mesmos em nosso trabalho, no que fazemos, e não no colega ao lado. Pare de achar defeitos nas pessoas, valorize seus amigos, faça novas amizades, desligue a TV, ouça o que a natureza tem a dizer e saiba que Deus fala nas pequenas coisas. 


PRESTE ATENÇÃO NA MÚSICA QUE TE CHAMOU ATENÇÃO NO RÁDIO, AO CARTAZ NA PAREDE NA RUA, AO TÍTULO DO LIVRO NA VITRINE....


SE AFASTE DE PESSOAS COVARDES, QUE NÃO ASSUMEM A VERDADE ESCONDIDA DE QUEM REALMENTE SÃO... PORQUE SÃO VAZIAS, SÃO TRAIÇOEIRAS. 


PESSOAS QUE FOGEM, QUE ENGANAM.


QUEM É ASSIM DIFICILMENTE VAI MUDAR ENTÃO MUDA VOCÊ, CAI FORA!


Às vezes, você pede e espera grandes milagres, mas talvez a resposta a sua pergunta já tenha chegado e, por ser simples demais, você não viu. O problema não está no tamanho da queda, mas no tempo que se demora a levantar, criar uma nova realidade e VIVER todos os dias com exclusividade.


DOENÇA NÃO É SÓ FÍSICA, PODE SER MENTAL, SENTIMENTAL E EMOCIONAL, PODE SER “SIMPLESMENTE” DESVIO DE CARÁTER! SABE O COITADINHO, NINGUÉM ME AMA, NINGUÉM ME QUER.... CORRE, MAS CORRE RÁPIDO.....


Meu objetivo é utilizar a internet como forma de divulgar o AUTOCONHECIMENTO e o APODERAMENTO de si mesmo para toda e qualquer pessoa que tiver interesse em derrubar as crenças limitadoras implantadas em sua mente e que são partilhadas através de gerações.


ACREDITE EM VOCÊ, SUA HISTÓRIA DE VIDA É FODA! VOCÊ É FODA! 


SÓ VOCÊ SABE AS NOITES CHOROSAS, ENTÃO PORQUE SE PREOCUPAR TANTO COM A OPINIÃO ALHEIA? PENSE NISSO!


Embora meu currículo não faça diferença nesse momento, não posso deixar de concordar que foi através de tudo que vivi que estou aqui e tenho a certeza de que estou em minha melhor versão. O câncer curou as feridas de minha alma.


QUANDO PERDOAMOS TIRAMOS UM PEÇO DO CORAÇÃO, MAS O PERDÃO NÃO TE "OBRIGA" A CONVIVER E PARTILHAR SUA EXISTÊNCIA COM ESSE ALGUÉM PERDOADO.... ENTENDEU?


SIMPLESMENTE SEJA VOCÊ COM TODA SUA MALUQUICE, COM TODA SUA ESSÊNCIA! O MUNDO DA CARENTE DE AUTENTICIDADE!!!!!


SEJA FELIZ!!!!!!!
Leia Mais ►

Mulheres em Ação


Mulheres em Ação

Facebook: Encontro Avançar

Instagram: @encontroavancar


O Encontro Avançar ‪#‎MulheresEmAção‬ está em busca de ‪#‎Mulheres‬ que tenham histórias de superação e que acreditem na força do empoderamento para serem ‪#‎Embaixadoras‬! Se vc conhece alguém que transforma sonhos em realidade marque a pessoa nesse post. ‪#‎Juntas‬somos mais fortes! Waleska, Mariana, Lola, Camile, Andrea, Camila, Débora, Fabio, Cynara, Cris, Gabriela, Luis


Leia Mais ►

Desilusão Amorosa


Desilusão Amorosa


Quem já não teve uma decepção amorosa. 

Quem não sentiu seu coração partido?

Como lidar!

Neste BREVE vídeo Gustavo Dauster - Monge Budista, explica como lidar com este sentimento e como se livrar de cair nesta armadilha novamente.





Namastê
Priscilla Passamani
Leia Mais ►

Vou repassar as informações para você escolher, ok?


Oi

Vou repassar as informações para você escolher, ok?

O que faço é um Mapa de Sentimentos e Emoções.

Através dele vamos entender mais sobre você mesma: emoções e sentimentos que estão em declínio para que possamos corrigi-los para uma rota saudável e assim, trazer alívio e realização pessoal. Quando estamos equilibrados e confiantes, tudo tende a voltar a funcionar e conseguimos alcançar tudo aquilo que desejamos. Você receberá recomendações específicas para sua vida e ao final da Consulta, receberá a receita de sua Fórmula de Florais de Bach para que suas emoções e sentimentos se tornem saudáveis e equilibrados.

O Mapa pode ser Gravado em Áudio ou feito ao vivo via Skype.

Gravado em Áudio: 35 reais

Ao vivo via Skype: 50 reais.

Todo mundo que faz, gosta muito. Vale muito à pena!

O agendamento é feito após recebimento de comprovante de depósito.

Se realmente te interessar, me avise!

Bjs e Namastê

Priscilla


Leia Mais ►

ATENDIMENTO ONLINE



Oi Pilar de Luz! 

Bem vindos!

Faço dois atendimentos diferentes, vou explicar sobre os dois, ok?

1 - Ao vivo via Skype, você me conta um pouco sobre sua vida, faço minhas anotações para dizer a você onde os seus Sentimentos e suas Emoções estão desalinhadas. Identifico os Florais de Bach que você deve tomar para tornar suas emoções mais saudáveis e assim entrar em contato com a Realização Pessoal Plena, porque fazendo uso dos Florais você se torna Lúcida sobre o que está por trás de algumas situações que não estão caminhando em sua vida. É muito gostoso, todo mundo que faz gosta bastante e tomar os Florais fortalece toda a orientação que você recebeu em seu Mapa. Ela é gravada em áudio e enviada por e-mail (via WhatsApp o arquivo fica muito pesado). 
Passamos mais ou menos 1 hora juntas. Custa 150 reais. Esse atendimento é de Seg a Sex das 10 as 18 hrs.

2 - Gravação de Áudio. Você me manda um e-mail falando sobre você e sua vida e eu abro o Mapa e faço uma gravação de áudio que é enviada via WhatsApp ou E-mail. Ao final também, recebe a receita dos seus florais assim como no atendimento via Skype. É bem legal também, não deixa nada a desejar ao atendimento via Skype e tem um valor reduzido e o horário estendido, pois o atendimento é feito sem sua presença. O custo: 50 reais

O atendimento por E-mail ou Skype é marcado mediante comprovante de pagamento que é feito no Banco do Brasil Ag. 4035-5 Conta Corrente 16.405-4.

Vale muito a pena, qualquer um dos atendimentos. Todo mundo que faz adora!

Bjs

Pri




Leia Mais ►

Você vive em mim, eu vivo em você


A jornalista Renata Piza escreve um relato amoroso e corajoso sobre a morte súbita do marido Daniel Piza, aos 41 anos, e conta como demorou para descobrir a expressão "Ubuntu" - eu vivo em você, você vive em mim", o estalo e conforto que precisava para, como ela diz, "dobrar de tamanho" e seguir com ele dentro de si.

O meu ex-marido, provavelmente a pessoa mais brilhante que conheci, foi demitido algumas vezes, o que sempre me pareceu suspeito. Não entendia como alguém tão bom, tão inteligente, tão bom caráter pudesse ter sido preterido por algum chefe. Pensava, intimamente, se era a personalidade forte dele, se talvez fosse “culpa” dele. Tola eu. Ele ria. De verdade não se importava e me dizia que muita gente é demitida simplesmente porque tem chefes ruins, não porque é um profissional ruim.

Faz 4 anos, 3 meses e 9 dias (data em que escrevo esse texto) que o meu marido se transformou em ex sem que eu pudesse palpitar a respeito. Onde foi que eu assinei?! Eu nunca concordei. Coisa estranha virar ex dessa maneira, sem briga, sem discussão, sem juiz, sem caneta.

Até bem pouco tempo atrás eu relutava com a palavra. Ex? Será que isso ai tá certo? Não nos separamos, não nos divorciamos e mesmo quando comecei a namorar outra pessoa, me sentia meio Dona Flor, meio traíra. Mas meu analista foi decisivo: “a morte é a maior das separações, Renata. Lembra do até que a morte os separe?”.

Daniel, meu ex, como meu analista quis me convencer a enxergar, não era só o meu marido. Era o pai dos meus filhos. Meu amigo. Um pouco meu pai também, já que meu pai morreu quando eu tinha 19 anos. Meu conselheiro, coaching de vida, coaching profissional – embora detestasse essas nomenclaturas. Era o cara mais gente boa da Terra. Bom de verdade, sabe? Em tudo o que fazia era bom, porque essa era uma condição tão impregnada em seu coração, que era impossível ser diferente.

Mas ele não era “apenas” bom. Era íntegro, inteiro, gostassem ou não gostassem dele. Não era o tipo de gente que faz concessões pra agradar aqui ou acolá. Era conhecido por alguns como Dani le rouge, por conta de seus cabelos, mas muito mais por conta da sua postura. Muitos o chamavam de Piza, também. Eu? Chéri, porque nunca vi alguém ser de verdade tão querido na vida. Tão parceiro.

Quando ele morreu, subitamente em 30 de dezembro de 2011, passei algum tempo fora de mim, como se estivesse morta também – só que presa aqui. Como se minha alma tivesse partido e não avisado meu corpo. Queria acordar desse roteiro grotesco que eu não tinha escrito – e tinha certeza de que ele também não. Lembro de chorar muito, comer o mínimo, cortar o cabelo, cortar a pele, brigar com Deus. Um Deus, confesso, de quem não era nem tão íntima, que fui conhecendo depois, tudo a seu tempo, imagino.

Lembro de flashes. O barulho dele caindo no chão do banheiro. A luz se apagando da sua retina. A respiração silenciada. O cobertor de zebra, que enrolei nele para tentar esquentá-lo. Estava tão frio. Estávamos na serra, mas obviamente, o frio era de outra natureza. Lembro das horas infinitas até a funerária chegar. Lembro de ir ver o caixão e de achar o terno que colocaram nele tão feio, tão injusto… A gente se apega a pequenos detalhes.

Lembro da Bia, amiga-irmã, que no meio desse horror à la Conrad, conseguiu se sustentar sobre as pernas e acalmar as crianças. Lembro da Micky, que deixou os filhos e o marido, e passou o 31 de dezembro comigo no cemitério, tão generosa, tão humana. Lembro da minha mãe e do marido dela. Do Renato, irmão do Dani, que também não saiu de lá. Éramos 5 pessoas entre uma dimensão e outra qualquer, esperando o dia raiar e os outros chegarem para fazermos oenterro, esses rituais todos que parecem expandir o sofrimento.

Lembro de olhar para a mão do Daniel e perceber que ela estava na mesma posição que ele costumava deixá-la em vida. Quase surreal. Lembro do Fred, de joelhos na grama, na hora do enterro, numa visão tão doída, que parecia a minha refletida no espelho. Lembro de voltar pra casa, com duas crianças, sem emprego (estávamos de mudança de país e tinha pedido demissão) e sem a menor ideia de como levantaria da cama no dia seguinte. De como diria para o meu pulmão “ei, amigo, continue respirando”.

Mas existe um mecanicismo na vida, Newton estava certo. Por mais que você não queira, o ar entra e sai; o sangue circula, o coração continua batendo; as pálpebras abrem; os pássaros, desaforados, insistem em cantar. Um amigo aparece, uma chefe boa te oferece o emprego de volta (gratidão, Lenita e Dulce), o rosto dos seus filhos te lembram que eles precisam de você, mesmo que você não saiba como ajudá-los, como dizer que tudo vai ficar bem.

Por muito tempo não fica, menti um pouco pra eles, mas não vou mentir pra você. Por muito tempo, talvez pra sempre, você sinta que violentaram a sua alma, que tiraram uma parte sua. Nas minhas divagações, aliás, pensava em barganhar com Deus. Leva uma perna, um braço, deixa o Daniel. Tola eu.

Aceitar a morte é provavelmente a única garantia que temos da vida, e justamente a mais difícil. É dizer o óbvio: não controlamos nada, não existe sempre justiça ou, pelo menos, não conseguimos ver a figura completa. Por que alguém saudável, com três filhos, uma mulher apaixonada, um emprego incrível, tantos amigos, tantos leitores, tanta, tanta vida tem que morrer aos 41 anos?

Não tem. Não morreu, não está embaixo da terra. A energia, a força, a compaixão e quem sabe um pouco da inteligência e do coração de leão do Daniel estão comigo, estão com nosso filhos, estão em seus livros – leia, são bons, eu garanto. Um sopro de lucidez nesses tempos tão incertos.

Demorou um pouco, alguns anos, para eu descobrir o que significava a expressão Ubuntu – eu vivo em você e você vive em mim. Foi o Lourenço que me contou, um desses amigos que surgem de repente e que, embora nem sejam tão próximos assim, são tipo anjos, espalhando a palavra certa na hora certa. Ubuntu foi um estalo e o conforto de que tanto precisava.

Depois disso, como diria o escritor Valter Hugo Mãe, eu dobrei de tamanho, porque de alguma maneira, ainda que nunca mais inteira, carrego o Dani comigo, sua força, guerreiro do Norte, sua altivez, seu olhar doce, igualzinho ao do Bernardo.

E agora, se perco o emprego ou algo que parecia valioso sai de cena, posso praticamente ver ele sorrindo dentro de mim e me lembrando que às vezes é só um chefe ruim, um amigo desleal ou uma injustiça qualquer, um bug do sistema. Mas que a melhor resposta é levantar da cama e sacudir a poeira. Como ele dizia: “viver bem é a melhor vingança“. Sempre.
Leia Mais ►

Oi, seja bem vinda(o) ao time Simplicidade Saudável de Ser e Viver a Vida.

A Terapia Floral é uma terapia natural indicada para gestantes, bebês, crianças, homens e mulheres em qualquer idade, até para seu pet.

FALANDO UM POUQUINHO DO MEU ATENDIMENTO:
A Terapia Floral faz parte do conjunto de práticas integrativas e complementares da saúde e é também reconhecida pela OMS (Organização Mundial de Saúde). Sou Terapeuta Holística de Heiki e Florais de Bach, o Reiki uso para quebrar a barreira do espaço entre nós duas durante o atendimento e para te enviar muita energia positiva. Não sei se você sabe mas em 2014 fui diagnosticada com câncer de mama já em estado avançado, e os florais me ajudaram bastante no equilíbrio das minhas emoções (porque receber um diagnóstico desses é não fácil) como forma de agradecimento ao Universo e a Deus me formei em Heiki, Florais e Programação Neuro Linguística - PNL, sinto como missão ter que dividir essa experiência com quem precisa de uns ajustes na alma e no coração.

A Terapia das Emoções e o Mapa Mental são duas Terapias Integradas, durante o atendimento vamos identificar os pontos de ajustes e melhorias nas suas emoções que por algum ou alguns motivos estão desalinhadas, quando desalinhadas podem causar: ansiedade, medos, stress, fobias, compulsões, traumas, ciúmes, baixa auto-estima, entre outros...

Faço dois tipos de atendimentos, leia e veja qual fica melhor para você.

1 - Via skype, você me conta um pouco sobre você, passamos 1 hora juntas online. Depois que encerramos nosso atendimento, te envio por e-mail os nomes dos florais indicados e seu Mapa, pontuando o que observei durante nosso bate papo, te respondo num prazo de 24 horas. O valor desse atendimento é de R$150,00 reais.

2 – Através de um e-mail você me fala sobre você. Depois que recebo seu e-mail estudarei suas informações com calma, carinho, muito amor e atenção. Te envio por e-mail os nomes dos florais adequados também com seu Mapa Mental igual ao atendimento por Skype também no prazo de 24 horas, esse atendimento é de R$50 reais.

O atendimento por e-mail ou skype é marcado mediante comprovante de pagamento que é feito no Banco do Brasil Ag. 4035-5 Conta Corrente 16.405-4, se precisar do CPF é só avisar.

Não deixe nada atrapalhar seu desenvolvimento emocional, me responda e encontraremos uma forma de te atender.
Sinta-se abraçada e amada por mim e pelo Universo.

Bjs. Pri

Leia Mais ►

O QUE PENSAM DE VOCÊ NÃO É DA SUA CONTA


Oie, como anda as coisas por ai? Sabe de uma coisa: se alguém se incomoda com você, com sua risada, com seu jeito, o problema é exclusivamente do outro. Mas, porém, todavia... se é VOCÊ que se incomoda com o incômodo do outro, o problema está em você, o problema é SEU.

O que você acha que Você faz que mais incomoda o outro? 

Tudo nesta VIDA é passageiro e inconstante. Vamos nos basear na Natureza, as 4 estações do mudam durante o ano, as luas mudam no céu, o planeta gira todos os dias em volta do sol. Tudo muda. Eu mudo. 

E você também MUDA! 

Resistir às mudanças causa infelicidade, sofrimento e ANGÚSTIA. Aceite toda mudança que acontecer na sua vida, nada permanece igual para sempre.

Analise quais circunstâncias da sua vida estão querendo mudar e você está resistindo, negando à vida. Se algo está falando que será eterno, HUMMMMM DESCONFIE. 


Namastê






Leia Mais ►

Abaixo você encontrará algumas perguntas e respostas para facilitar o entendimento e a compreensão da utilização dos florais

Os Florais são medicamentos produzidos a partir de flores silvestres e consistem num método simples e natural de ajuda. 


Agem sobre o estado emocional das pessoas restaurando o equilíbrio da mente e do corpo, proporcionando bem-estar. São essências que não buscam simplesmente eliminar o sintoma da doença, mas chegar a causa, que está na falta de harmonia entre o corpo físico e o espírito do indivíduo. 


A terapia Floral age no plano mais sutil da pessoa, para vencer os conflitos emocionais que muitas vezes são nada mas que se deixarmos, eles tomarão porporções enormes.


Os Florais irão abrir canais para que você possa vencer uma série de barreiras, por vezes julgadas intransponíveis, mas que não passam de obstáculos por nós colocados em nosso caminho. Eles ajudam a acabar com a ansiedade, desanimo, insônia, apatia, depressão, Síndrome do Pânico, memória, timidez, traumas, entre outros problemas emocionais.

AO TOMAR FLORAIS OBSERVE:

1 - Nunca deixe o seu vidro no sol ou em lugares muito abafados, como por exemplo porta luvas de carros.

2 - Não deixe seu vidro próximo a aparelhos eletro eletrônicos pois a energia do mesmo será modificada.

3 - Tome sempre o floral da forma indicada, qualquer dúvida ou reação indesejada, procure seu terapeuta, mas não suspenda a administração.

4 - Não tome mais gotas do que está estipulado, o floral é energia quântica portanto doses exageradas torna-se um desperdício.

5 - Sempre tome seu floral diretamente na boca, na região sublingual (região de maior absorção) e “guarde” por uns 30seg para engoli-lo.

6 - Os florais não tem contra indicação e não causam efeitos colaterais.Ocorre, entretanto um processo de catarse, onde o organismo coloca para fora as emoções, geralmente usando para isso o corpo físico, comunique seu terapeuta toda e qualquer alteração que perceber.

7 - Sua observação é o que há de mais preciso para a perfeita continuidade e harmonia do seu tratamento. Informe o terapeuta cada detalhe do que ocorre com você desde que iniciou o tratamento: sonhos, sono funcionamento do intestino, apetite, ânimo, enfim cada detalhe é importante. Observe-se ao máximo.

Abaixo você encontrará algumas perguntas e respostas para facilitar o entendimento e a compreensão da utilização dos florais.

1) O que é terapia floral e para que serve?
É um tratamento que utiliza a força vital das flores para promover a saúde de dentro para fora, tendo como ponto de partida o equilíbrio emocional. As essências florais, como outros remédios vibracionais, são parte de um campo emergente de terapias sutis, não invasoras e estimulantes da vida. Quando bem administradas, resgatam a harmonia, o equilíbrio

2) Qual a composição dos florais?
Em sua composição, geralmente, utilizo uma porcentagem de conhaque que atua como conservante, água mineral e essências florais. Para pessoas com sensibilidade ao álcool, é possível preparar o composto com vinagre, ao invés de conhaque.
e a paz interior. 

3) Para quais sintomas, especificamente, o floral é indicado?
Para todos os distúrbios emocionais, pois as flores possuem, em sua essência, vibrações correspondentes às dos sentimentos humanos. Os sintomas mais freqüentes são depressão, stress, angústia, ansiedade, tensão pré-menstrual, baixa auto-estima, insônia, falta de vontade de viver, síndrome do pânico, entre inúmeros outros.

4) Os florais são indicados para que tipo de pessoa?
Desde bebês, até idosos e gestantes. Em bebês agitados e chorões, na forma de cremes, banhos ou spray para ambiente. Em gestantes, para um parto tranqüilo e confiante. Para quem trabalha fora, auxiliam na clareza de raciocínio, na paciência e no bem-estar emocional, mesmo em ambientes altamente estressantes. Na verdade, há uma infinidade de aplicações terapêuticas, uma para cada caso.

5) Quanto tempo dura um tratamento?
Não há fórmula mágica, é preciso perseverança se queremos atingir o objetivo. O primeiro passo para uma rápida recuperação é desejar a cura. O segundo, é o esforço pessoal aliado à continuidade da terapia. 
Via de regra, cuido primeiro dos assuntos mais urgentes trazidos pelo cliente. Passada a crise, a pessoa pode continuar a terapia como parte de um processo de auto-desenvolvimento. 

6) Depois de quanto tempo percebem-se os efeitos dos florais?
O floral já estará atuando a partir da primeira dose. Entretanto, por se tratar de uma terapia de profundidade para cura de processos emocionais em desequilíbrio, muitas vezes crônicos, o efeito do floral é percebido após 30 dias de tratamento. Pessoas mais sensíveis e mais conscientes de seus problemas emocionais já sentem diferença a partir do sétimo dia.

7) Há florais para a doença física?
Os florais não tratam o físico diretamente, mas o emocional. Toda doença nada mais é do que a expressão visível de um processo (invisível) de inadequação interna. Tudo o que o corpo faz é refletir as condições da própria consciência. Com o emocional equilibrado, o corpo responde mais prontamente à cura. O floral atua como um catalisador, auxiliando a pessoa a se harmonizar e encontrar as respostas em si mesmo.

8) Floral causa dependência?
De maneira nenhuma, pelo contrário. O objetivo da terapia floral é que o indivíduo se liberte de seus traumas e conflitos emocionais para que possa levar uma vida com mais qualidade e tranqüilidade interior, utilizando suas próprias ferramentas internas para o ajuste emocional. 
Por não conter agentes químicos em sua composição, não há risco de dependência.

9) Posso tomar floral em conjunto com outro medicamento?
O tratamento com florais pode ser feito juntamente com a ingestão de medicamentos alopáticos ou homeopáticos. Por atuar num nível mais sutil de energia e não possuir em sua composição componentes químicos, não alteram o resultado dos medicamentos convencionais. É um excelente coadjuvante para qualquer tratamento físico e/ou psíquico.

10) Floral provoca efeitos colaterais?
Por não conter agentes químicos em sua formulação, os florais não provocam efeitos colaterais. O que se dá nos primeiros 7 a 14 dias de terapia é uma intensificação dos sintomas, como parte do processo de cura, ampliando a consciência sobre os aspectos emocionais que precisam de maior atenção.

11) Por que preciso de um terapeuta para indicar os florais?
Por se tratar de uma terapia, é preciso a orientação de um profissional qualificado para orientar na melhor escolha das essências, atuando na causa do problema e não apenas "aliviando" sintomas. 

Se você sofre de insônia, ou ansiedade, por exemplo, de nada adiantará tomar floral sem que a causa seja pesquisada. Como dizia Dr. Bach, "é preciso que sejamos sinceros para conosco se queremos realmente encontrar a cura".
Leia Mais ►



Simplicidade Saudável - Pague com Pag Seguro - © Copyright - 2012. Todos os direitos reservados. Layout criado por Gabi Layouts